Com a nova informação que o governo que não irá mais disponibilizar às empresas o software gratuito de emissão de Nota fiscal a partir de 01/01/2017, muitas empresas de pequeno e médio porte terão que desenvolver fornecedores de ERP para realizar a emissão de notas. Esta integração já está contemplada em todos os ERPs. Com esta sinalização de descontinuidade o governo irá economizar muito com o desenvolvimento do aplicativo e também nas mudanças de versões, que não são poucas. Segue na íntegra o que foi publicado no site da nota fiscal eletrônica: “Informamos que, a partir de 01/01/2017, o Emissor Gratuito da NF-e (versão 3.10) será descontinuado e nova versão não será desenvolvida. A partir dessa data não será mais possível fazer download do aplicativo, porém os usuários que tiverem o aplicativo instalado em seus computadores poderão continuar utilizando-o até que novas atualizações das regras de validação da NFe impeçam o seu correto funcionamento. Sendo assim, recomendamos que os usuários busquem outras soluções disponíveis no mercado ou o desenvolvimento próprio”.

Mais uma vez o governo repassa o seu custo para seus contribuintes, agora já com data marcada e com certeza sem previsão de postergar.

Sendo assim, adeus emissor gratuito.

 

Roberto Giuzio Junior