Para proceder à escolha de um fornecedor de software ERP temos que imaginar uma analogia com um casamento porque o custo de implementação ou mesmo de troca de fornecedor, é incalculável.

Além disso a tecnologia nos obriga automaticamente a estar atualizando, e muitas vezes a troca do fornecedor porque o mesmo não está com uma versão tecnologicamente atualizada. Exemplo disso hoje seria um sistema que não estivesse para trabalhar na WEB , ou nuvem .

Os principais pontos a serem levantados em relação ao fornecedor de software ERP seriam : Quanto tempo de mercado (é um diferencial importante porque temos uma mortalidade muito grande de empresas novas até os cinco primeiros anos de existência no Brasil) , Quantidade de clientes , Segmento de mercado , estar atualizado tecnologicamente , garanta a evolução tecnológica , informações do cliente , visita ao fornecedor de ERP (avaliar as instalações , controles , backups , controle de cópias, entre outros), Visita a Clientes da carteira para verificar a qualidade do atendimento / suporte , Custos , alterações especiais caso seja necessário , saúde financeira e finalmente o contrato de trabalho para análise.

Utiliza-se um documento chamado RFP (Request for proposal ) , ou seja Solicitação de propostas para facilitar a seleção do melhor fornecedor , onde é colocado todas as características necessárias e se o software atende ou não a todos os requisitos , desta maneira fica mais fácil de concluir qual o seria a melhor ferramenta / fornecedora do sistema de gestão empresarial ERP.

 

 

Roberto Giuzio Jr.  – 22/06/2016