Segundo pesquisa recente do Gartner, até 2020,  empresas que não utilizam  nuvem serão raras e praticamente não existirão.

A oferta de serviços tende a ser somente em cloud computing, novos recursos dos softwares e de tecnologia serão desenvolvidos  e disponibilizados adotando e priorizando a nuvem e em alguns casos, somente oferecido neste formato.   A projeção  para  o mercado de PaaS e IaaS  é de crescimento  e a receita destes serviços deve ultrapassar a venda de servidores em 2020. A nuvem possibilita que empresas dos mais variados portes  tenham acesso a recursos anteriormente restritos à empresas com grandes estruturas e capacidade de investimentos.

Mobilidade, escalabilidade e flexibilidade serão práticas  cada vez mais utilizadas por técnicos e usuários.

Acessar dados de onde quiser e quando quiser utilizando devices diversos,  contratar estrutura somente para um projeto, aumentar poder de processamento sob demanda em um determinado período,  integrar dados em diferentes ambientes e  compartilhar informações, são alguns dos  benefícios que a adoção da computação em nuvem oferece à seus usuários, sejam eles da equipe de  Ti  ou usuários finais.

A adoção da Nuvem e da mobilidade são caminhos sem volta e quem não se preparar para fornecer

ou adotar esta tecnologia ficará definitivamente para trás.